• Igor Castro

Semana 8 da NFL: Jogos interessantes que não vão passar na TV



É a temporada está voando, e já estamos no meio da temporada regular já que teremos o seguimento da semana 8 da NFL neste domingo. Vários jogos, com duelos de divisão acontecem, porém nem todos os jogos irão ser transmitidos na TV. Com isso, mais uma vez darei ênfase aos jogos interessantes que não estarão na grade da televisão, e que você que é fã da bola oval poderá ter assim algumas opções para ver jogo via internet. Com isso tudo colocado, vamos as sugestões deste colunista para a semana 8 da NFL.


Las Vegas Raiders (3-3) @ Cleveland Browns (5-2) - 15h


As duas equipes vem de partidas distintas na semana passada. O Raiders foi derrotado dentro de casa para o Tampa Bay Buccaneers por 45x20, com Tom Brady em uma partida de gala. Já o Browns, encarou seu rival de divisão, na AFC Norte, o Cincinnatti Bengals e venceu por 37x34 com o quarterback Baker Mayfield tendo sua melhor atuação na temporada pelo Browns e mostrando certo alento ao torcedor de que o time pode enfim retornar aos playoffs depois de mais de 20 anos.


E visando uma recuperação na temporada e manter vivo as chances de playoffs, o Raiders precisará ter um ataque mais efetivo. Na partida contra o Bucs, o quarterback Derek Carr teve 283 jardas, dois touchdowns e uma interceptação. Porém, a válvula de escape desse ataque, o running back Josh Jacobs não foi teve seu melhor desempenho. Jacobs teve apenas 17 jardas terrestres, ficando atrás do seu reserva Jaren Richard que não foi muito além, e teve 24 jardas corridas.

Após excelente atuação contra o Bengals, Mayfield quer liderar mais uma vez o Browns a mais uma vitória na temporada. Foto: Bryan Woolston

Já os Browns querem continuar com a boa fase na temporada, ainda mais depois de ótima

performance do ataque liderado pelo QB Baker Mayfield. Contra o Bengals, Mayfield teve 28 passes tentados e 22 acertados em 297 jardas produzidas, com cinco touchdowns conectados e uma interceptação. E com a lesão de Odell Beckham Junior que lhe tirou da temporada, outros recebedores apareceram e ajudaram Mayfield, são os casos do wide receiver Rashard Higgins e o tight end calouro Hunter Bryant.

Indianapolis Colts (4-2) @ Detroit Lions (3-3) - 15h


Já esse duelo será de duas equipes que vem embaladas em certo ponto na temporada. O Colts, apesar de ter folgado na semana 7, vem para o duelo contra o Lions revigorado e com o pensamento de manter a boa campanha na temporada, bem como continuar na disputa pela AFC Sul. Já o Lions que não começou bem a temporada, vem de três vitórias importantes, sendo duas em sequência, já que venceu Jacksonville Jaguars e Atlanta Falcons, depois da bye e antes teve um triunfo importante sobre o Arizona Cardinals em um confronto que pode ser direto em vaga pelo wildcard.


Os Colts vem tendo uma temporada ok até aqui na temporada. Mesmo com a contratação do quarterback do Philip Rivers, o ataque de Indianapolis ainda não engrenou da forma que se previa, e isso pode ter relação com várias lesões no corpo de recebedores, bem como uma melhor adaptação de Rivers ao novo sistema de ataque que é planejado pelo head coach Frank Reich. Se o ataque não engrenou, não pode se dizer o mesmo da defesa. Com a chegada do defensive tackle DeForest Buckner via troca com o 49ers, a defesa do Colts deu um up incrível ao ponto de estar ranqueada entre as melhores defesas da temporada, sendo a primeira em interceptações com 10.

O defensive tackle DeForest Buckner deu impacto imediato a defesa do Colts que está entre as melhores da NFL. DT não vai facilitar para Mayfield nesse domingoFoto: Phelan M. Ebenhack

Após essa vitórias importantes, Matt Patricia teve um folego para se manter no cargo de head coach do Lions. O time agora está com campanha de 50% de aproveitamento e vem de duas vitórias consecutivas pós bye e assim voltou a sonhar com a possibilidade de estar na pós temporada. Não por acaso a franquia trocou com o Dallas Cowboys uma escolha de sétima rodada pelo pass rusher Everson Griffen. Além de aprimorar a defesa, o ataque do Lions teve bons momentos nos jogos. O calouro D’Andre Swift já se firmou como running back titular da equipe, e nas duas últimas partidas marcou três touchdowns e teve mais de 100 jardas terrestres contra o Jaguars, porém apenas 27 contra o Falcons.

Los Angeles Rams (5-2) @ Miami Dolphins (3-3) – 15h


Por fim teremos um duelo onde teremos a estreia do quarterback calouro contra o melhor o melhor defensor da NFL, estou falando de Tua Tagovailoa como quarterback do Miami Dolphins e Aaron Donald defensive tackle do Los Angeles Rams. Diferentemente de outros QBs de primeira rodada que já estrearam, como Joe Burrow pelo Bengals e Justin Herbert pelo Chargers, Tagovailoa irá debutar na NFL pela primeira vez como titular e a parada não vai ser fácil, já que Donald vai tentar caça-lo de várias maneiras.


Os Rams apesar de estarem em uma divisão muito disputada, a NFC Oeste, a equipe vem tendo uma campanha bem sólida e não por acaso tem um recorde positivo de 5-2. A última vitória foi contra o Chicago Bears por 24x10, tendo uma partida segura de Jared Goff, conduzindo o ataque a pontuar nos momentos certos e a defesa tendo seus momentos, gerando muita pressão encima de Nick Foles promovendo sacks no QB e tendo por fim uma interceptação decisiva ao fim do jogo decretando assim a vitória dos Rams.

Tua já teve alguns snaps na NFL, foi no jogo contra o New York Jets na semana 6. Depois da bye, o QB enfim estreia como titular do Dolphins contra o Rams. Foto: Phelan M. Ebenhack

E vindo de duas semanas de preparação e focando no trabalho do ataque com a inserção do Tagovailoa, Miami vem em busca da quarta vitória na temporada. Mas as últimas três vitórias se devem e muito ao bom desempenho do quarterback Ryan Fitzpatrick que teve vitórias importantes contra San Francisco 49ers fora de casa e contra o rival de divisão New York Jets. Porém, algo que devemos prestar muito a atenção, fora o duelo entre Tua e Donald será como Tua irá se comportar nos drives de ataque do Dolphins, bem como se ele saberá lidar bem com a pressão de assumir a titularidade com Fitzpatrick saindo por cima.