• Igor Castro

Seleção dos melhores da divisão NFC Norte da NFL


Seguindo a série de textos selecionando os melhores atletas de cada divisão da NFL, hoje a coluna vai dar enfase novamente a Conferência Nacional, e desta vez a divisão da NFC Norte será destacada. Nela temos o Chicago Bears, Detroit Lions, Green Bay Packers e Minnesota Vikings. Apesar de muitos acharem que a divisão não é tão competitiva, podem estar enganados. O Packers pode ter um domínio maior na divisão nos últimos anos, porém, as conquistas dessa divisão não são tão simples assim. Não por acaso Vikings e Bears já levaram a divisão pelo menos uma vez.


E para a próxima temporada a tendência é que Packers e Vikings duelem para quem fica com a divisão e avança automaticamente aos playoffs. As duas franquias tem os melhores elencos e certamente tem os coaching staff mais preparados para encarar a divisão. O Packers apesar de não ter arrumado os problemas de wide receivers, deixou claro nas escolhas do Draft que o jogo terrestre terá mais espaço nesse ataque comandado por Aaron Rodgers. No Vikings, o quarterback Kirk Cousins mais uma vez terá que se provar pelo contrato que ganha e para isso, terá boas armas no ataque, apesar da saída do Stefon Diggs e a defesa permanece muito forte.


Já o Lions, ainda procura um rumo para ter sucesso nessa e nas próximas temporadas. O head coach Matt Patricia terá uma enorme pressão para apresentar resultados melhores e que deem perspectivas melhores para o futuro da franquia. No Bears, as coisas andam cada vez mais estranhas. O time trocou pick de Draft para ter o quarterback Nick Foles no seu elenco, mas com o contrato muito caro, e para piorar a situação, Mitchell Trubisky foi designado para ser o titular no início da temporada. Com isso dito, vamos aos selecionáveis:


Quarterback: Aaron Rodgers (Packers)

Running Backs: Aaron Jones (Packers) e Dalvin Cook (Vikings)

Wide Receivers: Davante Adams (Packers), Kenny Golladay (Lions) e Adam Thielen (Vikings)

Tight End: Kyle Rudolph (Vikings)

Offensive Tackles: David Bakhatiari (Packers) e Rick Wagner (Packers)

Center: Frank Ragnow (Lions)

Offensive Guards: Elgton Jenkins (Packers) e Lane Taylor (Packers)


Menções honrosas: Allen Robinson (WR do Bears), Matthew Stafford (QB do Lions), Allen Lazard (WR do Packers) e Justin Jefferson (WR do Vikings).



O ataque dessa NFC Norte é recheada de vários talentos, isso em praticamente em todas as posições. Aaron Rodgers já mostrou em muitos jogos do que é capaz, decidindo vários jogos. Os running backs, Jones e Cook são ótimos corredores entre as trincheiras e recebendo passes, o curioso disso, é que ambos saíram no mesmo Draft, em 2017. Já o trio de wide receiver é espetacular, tanto Adams como Golladay tem características de esticar o campo e são alvos precisos na endzone, sem falar em Thielen que faz ótimo papel em recepções no meio do campo.


Já a linha ofensiva é dominada por jogadores do Packers, com exceção do center, Ragnow que é do Lions. Não que as outras linhas ofensivas sejam ruins, mas a qualidade que existe no Packers não é a mesma nas outras franquias. Bakhatiari certamente é o melhor left tackle da NFL, Elgton Jenkins tem um futuro promissor como guard e na temporada passada não cedeu um sack sequer encima de Rodgers. Na posição de tight end, só Rudolph é o melhor, sem nenhum na disputa, já que a posição é de talento escasso na divisão, pode ser que Jace Sternberger do Packers e TJ Hockenson do Lions possam ser excelentes talentos no futuro.


Agora vamos falar das defesas da NFC Norte. Novamente Packers e Vikings tem as melhores defesas da divisão. No Packers a dupla de edges, Preston Smith e Za’Darius Smith são dois atletas espetaculares, tendo os dois duplo digito de sacks na última temporada. Além deles, teve a chegada do linebacker Christian Kirksey que vem pra substituir Blake Martinez e sanar os problemas no combate ao jogo terrestre. Na secundária, Jaire Alexander e Adrian Amos são os maiores destaques nesse setor.


No Vikings, a formatação é bem parecida, com dupla de edges interessante, com Yannick Ngounke adquirido via troca com o Jaguars e Danielle Hunter, a dupla de linerbackers com Eric Kendricks e Anthony Barr e safetys com Anthony Harris e Harrison Smith são os nomes de destaque dessa forte defesa do Vikings. Já o Bears já teve uma defesa melhor, contudo, o melhor setor fica ainda por conta da linha defensiva com Akiem Hicks e Kalil Mack. No Lions, a defesa precisa melhorar muito, na posição de edge em especial, mesmo com a vinda de Trey Flowers, a pressão da defesa do Lions é uma das piores da NFL. Dito isso, vamos aos selecionáveis:


Defensive Lineman: Akiem Hicks (Bears) e Kenny Clark (Packers)

Edges: Za’Darius Smith (Packers) e Danielle Hunter (Vikings)

Linebackers: Eric Kendricks (Vikings) e Anthony Barr (Vikings)

Cornerbacks: Jaire Alexander (Packers), Kyle Fuller (Bears) e Jeff Okudah (Lions)

Safetys: Adrian Amos (Packers) e Harrison Smith (Vikings)


Menções honrosas: Kalil Mack (Edge do Bears), Anthony Harris (S do Vikings), Christian Kirksey (LB do Packers) e Trey Flowers (Edge do Lions).



Aqui vai a primeira grande polêmica da série de textos dos melhores. Muitos vão me perguntar, porque o Kalil Mack está fora da seleção? Acho Mack um excelente jogador, mas por questão de gosto e momento da carreira, preteri o Mack, e indiquei o Hunter. Contudo, essa disputa de talentos na posição de Edge é a mais vasta em todas as divisões da NFL, ao menos temos cinco jogadores sensacionais na posição sendo qualquer um titular absoluto em qualquer franquia da NFL.

No setor de linebackers, a dupla do Vikings supera os demais atletas da posição que estão na NFC Norte. Apesar de bons nomes, como de Danny Trevathan e Roquan Smith do Bears e Christian Kirksey do Packers são ótimos jogadores, mas estão em uma pratilheira abaixo de Kendricks de Barr. Na secundária apesar de não ser uma das melhores, podemos dizer que o Alexander se consolidou como bom um slot cornerback pelo Packers, Kyle Fuller se tornou o cornerback 1 do Bears, e a dupla de safetys é espetacular, com Adrian Amos fazendo um trabalho memorável nas últimas temporadas, de forma muito discreta e Harrison Smith sendo um safety elite e indicado a vários pro bowls.


E para encerrar a série de textos dos melhores de cada divisão, na próxima coluna irei selecionar os melhores da NFC Sul, que tem Atlanta Falcons, Carolina Panthers, New Orleans Saints e Tampa Bay Buccaneers. Até lá deixo o meu até breve.