• Igor Castro

Seleção dos melhores da divisão da NFC Oeste da NFL

Seguindo a série de textos elencando os melhores atletas de cada divisão da NFL, a coluna de hoje vai dar ênfase a outra divisão da NFC, desta vez será a NFC Oeste, que tem Arizona Cardinals, Los Angeles Rams, San Francisco 49ers e o Seattle Seahawks. Nos últimos anos, essa divisão vem tendo uma disputa acirrada, e para a próxima temporada o cenário não vai ser muito diferente.


O 49ers que chegou ao Super Bowl quer conquistar a divisão para retornar novamente ao SB e assim levar o Vince Lombardi, porém, Cardinals, Seahawks e Rams não deixaram o time de San Francisco ter facilidade em levar a divisão, pois tem times capacitados para barrar o time de George Kittle e companhia.


Mas toda essa disputa acirrada se deve a alguns fatores: o melhor quarterback da divisão Russell Wilson, que sempre deixa o Seattle como uma equipe competitiva, o Cardinals com movimentos precisos na offseason, reforçando seu ataque adquirindo o wide receiver DeAndré Hopkins, o 49ers com o head coach Kyle Shanaham aprimorando ainda mais o estilo de jogo do seu ataque que fez sucesso na temporada passada, e o Rams com a boa mente ofensiva do seu head coach Sean McVay. Com isso dito, vamos aos selecionáveis:


Quarterback: Russell Wilson (Seahawks)

Running Backs: Kenyan Drake (Cardinals) e Raheem Mostert (49ers)

Wide Receivers: DeAndre Hopkins (Cardinals), Tyler Lockett (Seahawks) e Cooper Kupp (Rams)

Tight End: George Kittle (49ers)

Offensive Tackles: Andrew Whitworth (Rams) e Trent Williams (49ers)

Center: Weston Richburg (49ers)

Offensive Guards: Austin Corbett (Rams) e Justin Pugh (Cardinals)


Menções honrosas: Kyler Murray (QB do Cardinals), Robert Woods (WR do Rams), Debbo Samuel (WR do 49ers) e DK Metcalf (WR de Seahawks).



Esse ataque da NFC Oeste é de tirar o folêgo, do quarterback ao tight end, temos atletas espetaculares, que poderiam facilmente levar qualquer equipe da NFL a conquista de um Super Bowl. Com exceção dos running backs, que tem talento, principalmente recebendo passes, mas não tem um poder de decisão altíssimo, o quarterback, Russell Wilson, o trio de wide receivers e George Kittle de tight end, podem decidir jogos com jogadas precisas e espetaculares. Dando inveja a qualquer head coach da NFL.


Porém, se os running backs podem não ser tão decisivos, uma coisa eles poderiam se orgulhar, a qualidade técnica da linha ofensiva. Com exceção do Seattle Seahawks que não teve nenhum indicado, mas que poderia ter um nome, o caso de Duane Brown, as demais franquias tem ao menos um selecionável de excelente qualidade. Ou seja, os running backs teriam bons espaços abertos para correr, bem como o quarterback seria bem protegido, o que diga Russell Wilson que mesmo sem uma linha ofensiva qualificada, já faz o que faz, imagina com essa que o colunista fez, provavelmente Wilson faria estragos ainda maiores.


Depois de focar no ataque, agora vamos falar das defesas da NFC Oeste. De todas as defesas, a do San Francisco ainda pode ser considerada a melhor da divisão. Apesar de ter perdido DeForest Buckner em uma troca com o Indianapolis Colts, a linha defensiva do 49ers tende a continuar forte com a permanência do Arik Armstead e a vinda do calouro Javon Kinlaw via Draft. Além da linha defensiva, a dupla de edges, Nick Bosa e Dee Ford e a dupla de linebackers, com Know Alexander e Fred Warner, também podem ser destacados e são os grandes pilares dessa forte defesa do 49ers


Contudo, as defesas do Seahawks, Rams e Cardinals meio que se equivalem, não tendo grandes diferenças. No Seahawks podemos destacar a vinda do safety Jamal Adams via troca com o Jets para reforçar a secundária, no Cardinals os veteranos, o edge Chandler Jones e o cornerback Patrick Peterson são as grandes referências dessa defesa de Arizona e no Rams, somente o melhor defensor da NFL nos últimos dois anos, o defensive tackle, Aaron Donald merece um destaque maior nessa defesa do Rams, que não terá o coordenador Wade Phillips no comando da defesa na próxima temporada. Dito isso, vamos aos selecionáveis:


Defensive Lineman: Aaron Donald (Rams) e Arik Armstead (49ers)

Edges: Nick Bosa (49ers) e Chandler Jones (Cardinals)

Linebackers: Know Alexander (49ers) e Bobby Wagner (Seahawks)

Cornerbacks: Jalen Ramsey (Rams), Richard Sherman (49ers) e Patrick Peterson (Cardinals)

Safetys: Jamal Adams (Seahawks) e Budda Baker (Cardinals)


Menções honrosas: Isaiah Simmons (LB/S Cardinals), Samson Ebukam (LB do Rams), K.J. Wright (LB Seahawks) e Fred Warner (LB do 49ers)



E como foi na seleção do ataque, aqui na defesa as coisas não foram muito diferentes. Todas as franquias da divisão tem ao menos um atleta selecionado, demostrando que há qualidade em todas as defesa, demonstrando assim que mesmo com a melhor defesa da divisão, o 49ers não tem a perfeição da mesma, tendo alguns buracos, em especial na secundária que foi um dos grandes problemas da última temporada, mesmo com Richard Sherman liderando o setor, porém, o mesmo cometendo alguns erros.


Entretanto, se há um setor farto de talentos, é a de linebacker. Dificilmente, uma divisão tem tantos atletas de alto nível que na NFC Oeste tem. Com exceção de Isaiah Simmons que vem para sua primeira temporada da NFL, os demais já atuam e tem uma regularidade incrível. Qualquer um deles, podem ser tituares em outras equipes e serem indicados a estarem no Pro Bowl. E olha que esse setor de linebackers poderia estar melhor, se Cory Littleton tivesse permanecido no Rams. Mas com o talento absurdo, o Rams teve que libera-lo, pois o novo contrato sairia muito caro.


Com tudo isso posto, na próxima coluna irei selecionar os melhores da AFC Norte, que tem Baltimore Ravens, Cincinatti Bengals, Cleveland Browns e Pittsburgh Steelers. Até lá deixo o meu até breve.