• Gabriel Amaral (Empacotador Pistola)

Packers 37 x 30 Saints: O primeiro teste de fogo foi superado.



Se para muitos o Packers ainda precisava se provar na temporada, e o primeiro desafio para isso seria jogar no Mercedes Benz Superdome contra o New Orleans Saints, a resposta foi positiva. A primeira "pedreira" foi superada.


Embora considero o duelo contra o Vikings sempre complicado pela rivalidade, a partida de ontem tinha uma conotação mais especial: o embate entre Rodgers x Brees no primetime.


Por si só, encarar o Saints já é obstáculo suficiente para saber que a partida será sofrida.


Não bastasse isso, os Packers estavam desfalcados em vários setores, principalmente com as ausências de Davante Adams e Kenny Clark. O adversário também não contava com seu principal alvo, Michael Thomas, e isso trouxe equilíbrio ao jogo.


Equilíbrio este que persistiu até o fim. Nenhuma das equipes conseguiu desgarrar do placar e abrir mais do que dez pontos de vantagem. Como dizem por aí, Green Bay soube sofrer.


E soube sofrer porque, mais uma vez, a maturidade e a competência das chamadas de Matt LaFleur, bem como a execução das jogadas por parte de Rodgers, chamaram a atenção.


As conexões seguras e o controle do relógio mais uma vez foram os diferenciais na vitória por 37-30.


Mais uma vez, a defesa dos Packers trouxe arrepios ao torcedor. Alvin Kamara teve total liberdade para correr e receber, o que, novamente, escancara a deficiência explícita da nossa DL, e, sinceramente, isso pode custar caro na reta final da temporada.


Apenas no último quarto, graças a um sack de Za'Darius Smith, seguido de um fumble recuperado pelo próprio, a partida mudou de figura. Destaque para a grande atuação de Kingsley Keke, com dois sacks, e para a entrada do jovem Ty Summers, que substituiu o LB Christian Kirksey, machucado.


A linha ofensiva, que começou instável, permitindo um sack em Rodgers, no geral teve outra ótima atuação, permitindo tempo para o camisa 12 pensar e articular as melhores jogadas. Elgton Jenkins tem jogado muito!



E nem se diga que o ataque dos Saints foi estupendo. Drew Brees foi extremamente conservador, soltou passes curtos para Kamara e Murray, visando explorar a principal deficiência defensiva de Green Bay: o jogo corrido. Pasmem: o passe mais longo do camisa 9 foi de 13 jardas!


Por outro lado, Rodgers desfilou seu arsenal de lançamentos longos e brilhantes, como em duas conexões perfeitas com Allen Lazard, uma para 49 e outra para 72 jardas, contabilizando 3 passes para touchdown.


Lazard, por sua vez, foi o craque do jogo. Não se intimidou ao assumir a vaga de Adams e se mostrou extremamente rápido, versátil, seguro e eficiente nas recepções, conseguindo mais de 130 jardas e um touchdown. Parece que wide receiver realmente não é uma posição problemática nesse momento.



O jogo corrido com Jones foi pouco acionado, e o camisa 33 anotou apenas um touchdown. Por sorte, não foi necessário que ele tivesse uma noite inspirada.


Como já se imaginava, pela escassez de recebedores, os tight ends foram bastante utilizados e foram responsáveis por dois touchdowns: um com Robert Tonyan, outro com Marcedes Lewis. Jace Sternberger teve boa participação no último período.


Enfim, é uma vitória que enche a equipe de moral, contra um adversário fortíssimo, que certamente figurará nos playoffs, e que amplia as perspectivas da torcida.


Tudo leva a crer que o Packers vencerá o combalido Falcons e abrirá 4-0 na temporada, antes de sua bye week, algo que supera e muito as expectativas iniciais.


Entretanto, outras pedreiras estão por vir, como Buccaneers, Texans, 49ers e Titans.


A esperança é que o ataque mantenha o nível altíssimo de atuação, com Rodgers revivendo seus grandes momentos, e que a defesa seja melhor trabalhada para corrigir falhas gritantes que se repetem em todas as rodadas.


Somente com um equilíbrio entre ataque e defesa, o time de Wisconsin poderá sonhar com vôos mais altos nos playoffs. Por ora, o caminho está sendo bem pavimentado e o time vai ficando "cascudo".


O próximo jogo dos Packers será na segunda-feira, 05/10, às 21:15, contra o Atlanta Falcons, no Lambeau Field.


#GoPackGo