• Vick

Os membros do New York Liberty e Seattle Storm realizam homenagem para Breonna Taylor

Antes da abertura da temporada de sábado, um representante de cada equipe - Breanna Stewart do Storm e Layshia Clarendon, de Nova York, ambos membros do Conselho de Justiça Social da WNBA - permaneceram no local para falar sobre Breonna Taylor, 26 anos, uma mulher assassinada por policiais à paisana, no seu apartamento em Louisville, Kentucky, quatro meses atrás.




A morte de Taylor tem estado em posição dianteira de protestos em todo o país, defendendo a igualdade de justiça e equidade racial, e a WNBA dedicou a temporada de 2020 à sua memória. A mesma também será disputada em homenagem à campanha "Say Her Name", que sensibiliza as mulheres negras vítimas de violência policial.



"Breonna Taylor foi dedicada e comprometida em elevar todos ao seu redor", disse Clarendon. “Vamos dizer o nome dela. Sandra Bland. Atiana Jefferson. Dominique 'Rem'mie' Fells. E Breonna Taylor. Seremos uma voz para os que não têm voz."




O nome de Taylor aparecerá abaixo do nome de cada jogadora em sua camiseta. A WNBA exibiu seu nome completo nas placas ao redor da quadra, e ambas as equipes deixaram a quadra durante o hino nacional como um sinal de protesto pacífico e um momento de silêncio por 26 segundos antes do jogo.

  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle