• Luis Fernando Julio

Os maiores jogadores da NBA que não foram campeões.

Vamos conhecer as grandes estrelas da NBA que nunca conquistaram o tão desejado anel de campeão da maior liga de basquete do mundo.




Conquistar o título de campeão da NBA é obviamente o maior objetivo de todos os jogadores que estão dentro da maior liga de basquete do mundo, porém, infelizmente, nem todo podem conquista-lo, e dentre estes que não alcançaram a glória máxima de ser campeão, estão alguns jogadores simplesmente maravilhosos, e que mesmo sem ter o anel de vencedor, são verdadeiras lendas do esporte, e é sobre essas lendas que iremos falar neste artigo.



1 – Charles Barkley


Crédito: Getty Images


Um dos melhores ala-pivôs que a NBA já viu, um jogador que disputou 16 temporadas acumulando médias de 22,1 pontos e 11,7 rebotes, sendo eleito o MVP da liga em 1993, ídolo máximo dos Sixers e do Suns, Charles Barkley chegou muito perto de ser campeão da NBA em 93, ano que foi o melhor jogador de toda a liga, acabou perdendo as finais daquele ano para o Chicago Bulls de Michael Jordan (responsável por muitos jogadores estarem nesta lista). Porém mesmo sem ter sido campeão, Barkley é considerado um dos melhores jogadores que já passaram pelas quadras da NBA.


2- Patrick Ewing


Crédito: Getty Images


Membro do “ Dream Team “ dos Estados Unidos nas olímpiadas de Barcelona, Patrick Ewing jogou 17 temporadas na NBA, acumulando médias de 21,0 pontos, 9,8 rebotes e 2,4 tocos por jogo. O ídolo do New York Knicks foi duas vezes vice-campeão, em 94 sendo derrotado pelo Houston Rockets e em 1999 pelo San Antonio Spurs, ou seja, por duas vezes Ewing bateu na trave de ser campeão da NBA.


3- Allen Iverson


Crédito: Getty Images



Talvez o jogador mais emblemático desta lista, o jogador que foi extremamente marcante e histórico dentro da NBA, e dentro do mundo do basquete em geral, um homem que mudou toda a cultura do esporte, polêmico, mas acima de tudo, um dos mais talentosos a pisar em uma quadra de basquete. Allen Iverson disputou 14 temporadas tendo incríveis médias de 26,7 pontos e 6,2 assistências, e em 2001 foi eleito o MVP da liga, ano em que levou a equipe do Philadelphia praticamente nas costas até as finais da NBA, onde mesmo tendo atuações incríveis, não conseguiu bater o poderoso Los Angeles Lakers de Kobe Bryant e Shaquille O’Neal.



4- Karl Malone


Crédito: Getty Images


O segundo maior cestinha da história da NBA com 36.928 pontos, 2 vezes eleito o MVP da NBA durante as 19 temporadas em que atuou no melhor basquete do mundo, médias de 25,0 pontos e 10,1 rebotes. Karl Malone foi uma das grandes vítimas de Michael Jordan, já que duas das três vezes em que foi vice-campeão da NBA, foi contra o Chicago Bulls de MJ, e o outro algoz de sua derrota foi o Detroit Pistons em 2004.


5- John Stockton


Crédito: Getty Images


Parece até poético que o maior cestinha e o maior passador da história da NBA jogassem juntos, e não fossem campeão juntos. John Stockton que formou a brilhante dupla com Karl Malone em Utah, onde atuou em 19 temporadas, distribuindo 15.806 assistências, sendo de longe o jogador com o maior número de toda a história da liga, por conta de existir esse tão famoso Michael Jordan, assim como Karl Malone, John não foi campeão da NBA, porém isso não faz dele menor, pelo contrário, John Stockton foi um dos jogadores mais geniais, inteligentes, talentosos que a NBA já viu, e merece ser muito mais respeitado do que é hoje em dia.

Claro que existem mais jogadores que poderiam estar nessa lista, como Steve Nash, Reggie Miller e Elgyn Baylor, porém o objetivo é mostrar o quão difícil é ser campeão da NBA, o quão grande esses jogadores foram, e mesmo assim não conseguiram tal feito. E isso só mostra o tamanho da dificuldade e qualidade da NBA, que sem a menor sombra de dúvidas, é a maior liga de basquete de todo mundo, e conta com os maiores atletas desse esporte maravilhoso.