• Heitor Santos

Os jogadores de Baseball mais bem pagos de 2020 podem ser os que não vão entrar em campo.


Créditos: Photo Works/Shutterstock.com


Com todas as incertezas que rodeiam essa temporada da MLB, a que mais se destaca é a questão salarial dos jogadores. Após os donos oferecerem um plano para a volta da temporada que envolvia um corte gordo no contracheque dos jogadores das Majors, muitos jogadores se expressaram contra o planejamento de Rob Manfred.

O jogador que ficou em maior destaque nas críticas ao plano foi o Pitcher do Tampa Bay Rays Blake Snell.

Snell disse que não vai aceitar arriscar sua vida sem receber o dinheiro que foi acordado com o time. Outras estrelas da liga e jornalistas ficaram do lado do arremessador.

O plano prevê um corte de 50% nos salários e mais 33% de redução, sem contar os impostos.

Porém, há jogadores que podem se dar bem se não houver um acordo claro da liga.

O Principal deles é a ex-estrela do Brewers, Tigers e Rangers Prince Fielder, que receberia algo perto dos 24 milhões de dólares em 2020.

Fielder assinou um contrato em 2012 quando ainda fazia parte do elenco do Detroit Tigers, mas foi trocado para o Rangers em 2014 por Ian Kinsler.

Porém, uma lesão no pescoço em 2016 encurtou a carreira do Slugger, que ficou sem opção a não ser se aposentar dos campos de baseball.

Se não houver acordo, Fielder tem garantido $24.000.000 no ano de 2020, o ano que o contrato com o Rangers se encerra.

Outros jogadores que estão inativos e ganharão uma bolada caso não haja acordo são: o arremessador Wei-Yin Chen, que receberia do Miami Marlins algo próximo dos 22 milhões de dólares e o Infielder Zack Cozart, que recebe 12 milhões do San Francisco Giants.

Segundo fontes da liga, é muito improvável que haja reajustes nos salários dos jogadores inativos, pelo fato deles não estarem nos 40-man Roster.

Nenhum desses jogadores imaginou que ser cortado de um time da MLB seria uma coisa boa, mas pelo ritmo das negociações entre donos e jogadores ativos, o corte foi uma “benção” na carreira dos atletas.


Créditos: Jasen Vinlove-USA TODAY Sports



Fonte: Sports Illustrated

  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle