• Gabriel de Campos

Odell Beckham Jr. deixou de ser um bom WR?

Odell Beckham Jr. está desacreditado na concepção de muitos torcedores e analistas da NFL. Ele realmente é um jogador efêmero ou temos uma visão distorcida de sua qualidade?


Beckham Jr. ainda é um jogador acima da média na NFL, porém suas atitudes comprometeram grande parte de seu rendimento nos últimos três anos.

Nos seus dois primeiros anos de NFL, Tom Coughlin liderava a comissão técnica dos Giants, foram seus melhores anos na liga. Somadas as temporadas foram 27 jogos, 2755 jardas com 187 recepções e 25 touchdowns marcados. Ambas as temporadas com mais de 90 recepções e mais de 10 touchdowns.

A temporada seguinte foi marcada por excelentes números, porém o comando da equipe foi assumido por Ben McAdoo, um técnico que não chega perto da qualidade de Coughlin. 2017 foi o marco inicial para uma fase de dificuldades e queda de produção. Nessa temporada Odell jogou apenas quatro partidas, devido a uma fratura no tornozelo que o afastou do restante dos jogos.

Em 2018 os números de Odell não voltaram a ser os mesmos e 2019 foram ainda piores.


imagem via espn.com

Isso significa que ele se tornou um jogador ruim?

Um wide receiver depende de um quarterback que consiga executar sua função com um mínimo de qualidade, o quarterback necessita de uma linha ofensiva que dê o tempo de pocket necessário para que o mínimo seja feito e todos esses jogadores citados precisam de uma comissão técnica competente. O futebol americano é extremamente coletivo, toda posição carece de um bom trabalho de outro setor para o time jogar bem. É um relógio que não funciona com engrenagens fora do lugar.

O sistema de Freddie Kitchens é terrível, combinado com a precisão questionável de Baker Mayfield resulta em um desempenho ruim de Odell.


Não estou culpando o elenco dos Giants e dos Browns e deixando Odell Beckham Jr. ileso. Ele também tem sua culpa no cartório.

Seu comportamento não é o dos mais adequados, discussões com treinadores e reclamações na sideline aconteceram com certa frequência ao longo da carreira do jogador.

É notável sua personalidade de querer ser o centro das atenções, muitos dizem que ele é o “Neymar da NFL”. Mas não vou entrar nessa discussão.

O que quero dizer é que sua preocupação com o “outfit” perfeito para chegar no jogo, o corte de cabelo ideal e a chuteira mais chamativa está deixando suas obrigações de jogo em segundo plano. Obviamente isso é um problema.

Se Odell focar no jogo voltará para a elite da NFL, a questão de ter um time desorganizado é apenas mais um fator para seu baixo rendimento em campo. Jogadores como Jamal Adams e DeAndre Hopkins são exemplos de atletas que convivem em uma equipe conturbada e mesmo assim mantém o nível de primeira prateleira na NFL.

Um jogador de apenas 27 anos com a qualidade de Beckham Jr. para brigar no alto por uma recepção, com a velocidade que ele tem na execução de rotas e com boa performance após a recepção ainda tem muito para oferecer. Basta estabelecer prioridades em sua rotina e no preparo para uma partida.


Por Gabriel de Campos


Me siga no Instagram em @hailmarybrasil e no Twitter em @hailmarybr



fontes: pro-football-reference.com e wikipedia.com

  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle