• Gabriel Amaral (Empacotador Pistola)

Falcons 16 x 30 Packers: Um time em evolução que vai à bye week invicto.



Salve nação green and gold!


Mais uma vez a palavra "superação" deu o tom na quarta vitória consecutiva dos Packers na temporada 2020/21.


Os 30 x 16 sobre o Atlanta Falcons elevam a equipe de Wisconsin ao rol dos poucos invictos no campeonato e fortalecem ainda mais a confiança de sua torcida numa pós temporada brilhante.


Muitos classificam vencer o time de Atlanta como uma obrigação, face à campanha negativa que este apresenta, com direito a viradas inacreditavelmente sofridas, contudo, outras nuances envolveram a partida da noite passada.


Green Bay novamente sofreu com desfalques. Davante Adams e Allen Lazard deixaram Aaron Rodgers sem praticamente uma opção confiável na posição de wide receiver. Na defesa até então questionada, Kenny Clark foi desfalque outra vez.


O cenário parecia mais preocupante do que aquele vivido em New Orleans, no domingo anterior, embora o adversário fosse tecnicamente inferior.


Então, foi o momento de Matt LaFleur e cia usarem toda a sua sabedoria e improviso para manterem uma equipe atuando em altíssimo nível, de modo que nem se sentisse falta dos jogadores lesionados.


E isso aconteceu. Numa noite extremamente segura, consciente e sem sustos, os Packers foram construindo com calma sua vantagem no placar, com Aaron Jones e Jamaal Williams revezando momentos de running backs e de wide receivers, com muita qualidade em ambas.


Se a ausência de recebedores era o grande dilema, obviamente que seria a hora dos tight ends mostrarem seu valor. Dito e feito. Numa partida de gala, Robert Tonyan, até então cotado por muitos para ser a quarta opção da posição, anotou 3 touchdowns com total liberdade, após passes mágicos de Aaron Rodgers, e caminha para ser um dos destaques da liga no setor.


Tonyan trata-se um atleta extremamente seguro nas recepções, de porte físico excelente, velocidade e dinamismo, algo que agrada muito nosso head coach, que sempre gosta de se utilizar de seus tight ends em certas chamadas.


Aaron Rodgers brincou de jogar futebol americano. Praticamente debochou de quem duvidava da sua capacidade de produzir em alto nível mesmo sem ter seu principal alvo ofensivo. Passou para mais de 300 jardas e conectou para 4 touchdowns, o que resultou em um rating de 147,5. O nível MVP de atuação prossegue e tende a crescer ainda mais.


Tão bem quanto o ataque, foi a defesa, para a surpresa de muitos. Cedeu apenas 16 pontos ao adversário, voltou a pressionar bastante o quarterback, mostrando-se ligada o jogo todo, o que traz um grande alento ao torcedor. Za'Darius Smith foi responsável por três sacks sobre Matt Ryan, numa atuação insaciável.


Vale dizer ainda, que quem tem entrado no setor defensivo, após sequenciais lesões de atletas da posição, tem dado conta do recado, com muita disposição, casos de Ty Summers, Raven Greene, Oren Burks e Kinsgley Keke.


Em suma, os Packers demonstram toda sua mentalidade forte e vencedora, superando todas as dificuldades existentes com bastante criatividade, força de vontade e união. E isso pode fazer a diferença lá na frente!


Diferente do que muitos imaginavam, a equipe vai agora para a bye week invicto, com um 4-0 merecido, com atuações seguras e consistentes, e com claros indicativos de evolução.


Quando um time está nessa toada, é ruim folgar cedo na tabela, pois pode esfriar o ritmo. Mas creio e confio muito no trabalho de Matt LaFleur, em sua capacidade e na do elenco de absorver todo o trabalho e ensinamentos, pois o engajamento dos jogadores é algo que tem chamado muito a atenção.




Se queríamos ver Green Bay equilibrado, com atuações positivas tanto do ataque, quanto da defesa, isso ocorreu ontem. Ponderemos a força do adversário. Mas chegou a hora em que os adversários têm que temer o Packers, e não o contrário.


O time lidera a divisão de forma isolada, sem ser muito ameaçado pelo Chicago Bears, podendo garantir a classificação aos playoffs com certa antecedência.


O Packers volta à campo na semana 6, dia 18/10, às 17:25, contra o Tampa Bay Buccaneers, fora de casa.


#GoPackGo