• Luis Fernando Julio

Entenda o Teto Salarial da NBA

Uma explicação sobre o famoso "Salary Cap" da NBA




Diferente do que nós estamos acostumados no futebol onde os times podem gastar milhões para contratar os melhores jogadores, sem ter basicamente nenhum controle, nas ligas americanas não é bem assim. A não ser pela MLB, tanto a NFL, NHL e NBA utilizam um sistema chamado de teto salarial, ou “salary cap”, que limita o quanto cada equipe pode gastar com os salários de seus jogadores.



O salary cap foi criado na temporada de 1984/85, e serve como base para a quantia de dinheiro que vai para os donos das franquias da liga, que serão repassadas para seus jogadores. Nas últimas negociações, ficou estipulado que 50% do lucro total da liga deve ir para os atletas.


Todo o ano o salary cap sofre um reajuste, sempre dependendo do lucro da liga, na temporada atual, 2019/20, o teto salarial foi definido em U$ 115 milhões. As franquias tem a obrigação de gastar no mínimo 90% deste valor.


Talvez o maior benefício do salary cap, é tornar as ligas mais justas, pois tendo uma limitação financeira, é muito mais difícil de um só time contratar os melhores jogadores, já que não conseguirão pagar os salários destes. Impede que aconteça o efeito Real Madrid nas ligas americanas, já que a equipe de futebol espanhola monopoliza, em muitas vezes, os talentos do esporte,pois conseguem pagar salários gigantescos de muitos jogadores, enquanto outras equipes da liga espanhola não tem essa condição financeira.


Fonte: mafiamerengue.com


A NBA é um pouco flexível com o teto salarial, já que possui algumas exceções para que as equipes estourem o salary cap, vamos falar de algumas:

Mid-level exception

Esta exceção serve para que os times possam contratar anualmente jogadores com salários medianos, mesmo que ultrapasse o teto salarial.

Rookie exception


Permite aos times assinarem contratos de até dois anos com um jogador, com um primeiro ano com valor mais baixo e sofrendo um acréscimo de até 8% para o ano seguinte.

Larry Bird exception


Possui esse nome pois foi aplicada pela primeira vez durante uma renovação de contrato de Larry Bird com o Boston Celtics. Ela permite que os times possam estourar o teto salarial para renovar com jogadores que estão em seu elenco há pelo menos 3 anos.

Fonte getty images

Mesmo com estas exceções, os times tem um limite de até onde podem ultrapassar o salary cap, o chamado luxury tax. Nesta temporada a luxury tax é de U$ 132 milhões, caso os times ultrapassem este valor, terão que pagar uma multa a cada dólar excedido, que pode ir de U$ 1,50 até U$ 3,75 para cada dólar que ultrapassou do luxury tax.

Neste vídeo em meu canal no Youtube (Swish TV BR) falo mais sobre o salary cap da NBA, confiram: