• Igor Castro

Drew Lock, mais um quarterback ameaçado no Denver Broncos


Não é de hoje que o Denver Broncos está sofrendo para ter um quarterback talentoso e ao mesmo tempo eficiente, dando a franquia possibilidades de playoffs. Desde a aposentadoria de Peyton Manning, na gloriosa conquista do Super Bowl 50, o Broncos até aqui não encontraram um substituto a altura do eterno ídolo. De lá para cá, foram oito jogadores que passaram ao menos uma vez como quarterback titular do Broncos, entre eles temos nomes como Brock Osweiler, Paxton Lynch, Trevon Siemian, Case Keenum, Joe Flacco, Brandon Allen, Drew Lock (atual titular), Jeff Driskel e Brett Rypien.


Na recente offseason, Lock foi escolhido como o QB titular, e coube ao segundanista mostrar trabalho e se firmar como comandante do ataque do Broncos. Tanto que Elway mexeu os pauzinhos e trouxe um novo coordenador ofensivo a fim de ajudar Lock a se desenvolver, nesse caso Pat Shurmur seria o responsável por dar o salto de qualidade a Lock e consequentemente uma melhor produção do ataque de Denver.


Além da chegada de Shurmur, Elway trouxe armas para ajudar Lock, já que havia apenas Courtland Sutton e Noah Fant como principais recebedores. No Draft de 2020, Elway trouxe mais três armas para Lock, sendo eles Jerry Jeudy, um dos melhores wide receivers daquela classe, KJ Hamler uma bela aposta para ser um recebedor no slot e o tight end Albert Okwuegbunam. Com isso, as expectativas em cima do ataque do Broncos foram lá para as alturas.

Escolhido na primeira rodada do Draft de 2020, Jerry Jeudy venho ser mais uma arma para Lock na temporada.Foto: USA Today Sports

Mas nem sempre o de se espera, acaba se concretizando. O ataque do Broncos não começou bem a temporada, tanto que acabou sendo derrotado para o Tennessee Titans. No entanto, por ser apenas o primeiro jogo da temporada, poderíamos entender o porque o ataque não ter fluido da maneira correta. Todavia, no decorrer dos jogos o ataque de Denver não evoluiu e outros problemas apareceriam.


A primeira delas é a lesão de Sutton que já vinha com problemas físicos e teve rompimento dos ligamentos do joelho deixando-o fora da temporada. Com isso, Lock teria que se virar com os novatos Jeudy e Hamler para o comando do ataque do Broncos. Sem seu principal recebedor, falta de sintonia de Lock com seus recebedores, aliado a chamadas de ataque ruins e tomadas de decisões de Lock ainda piores, fizeram com que o QB caminha-se em uma corda bamba com sérios riscos de cair. Não por acaso, para a partida contra o Miami Dolphins na semana 11, o quarterback reserva Brett Rypien pode ser a grande surpresa nesse ataque do Denver ao substituir Lock.

Com a instabilidade de Lock como QB titular de Denver, Rypien poderá ter mais uma chance contra o Miami Dolphins neste domingo. Foto: Justin Edmonds

Mas a pergunta que não quer calar é, Elway dará mais uma chance a Lock a fim do QB poder mostrar seu real potencial? Há dois lados nessa história que devemos olhar com muita calma. A primeira é o contexto em que o Broncos está na temporada. Com muitas lesões, o time perdeu qualquer chance de ir bem na temporada e de conseguir uma vaga nos playoffs, deixando Lock na mão. Com isso tudo acontecendo, Lock poderia ter mais uma chance de mostrar seu talento e se efetivar como QB do Broncos.


Porém, até que ponto vale fazer essa aposta? Difícil dizer. Pode ser que de muito certo e Lock, enfim, consiga se desenvolver e mostrar a que veio, dando ao Broncos um dos melhores ataques, já que potencial pra isso tem, com um excelente corpo de recebedores. Entretanto, pode ser que de muito errado, e Lock naufrague de vez e mais uma temporada possa ir para o ralo para o Broncos e o trabalho no desenvolvimento de outro quarterback, até mais talentoso que Lock pode ter sido jogado fora.


Elway terá a árdua missão de tomar a melhor decisão. Se por acaso ele optar por investir em outro QB, o GM poderá ter algumas opções, vamos listar algumas delas. A primeira é tentar algum QB veterano na offeseason, nomes interessantes poderiam ser olhados com carinho, são os casos do Dak Prescott que se tornará free agent na próxima temporada, ou tentar trocas, e citaria dois nomes relevantes que o Broncos poderia tentar negociar, é os casos de Matthew Stafford e Sam Darnold.

Elway terá que tomar decisões importantes para a próxima temporada do Broncos, a principal delas é manter ou não Drew Lock como QB da franquia. Foto: Michael Conroy/AP

A segunda opção é tentar pegar alguém no Draft. A classe é relativamente boa, porém, o Broncos teria que fazer algumas movimentações se quisesse pegar um talento mais pronto. Trevor Lawrence e Justin Fields são excelentes nomes, mas que ficam sem o alcance de Denver, já que outras equipes de pior campanha precisam de QB e inevitavelmente irão pegar os dois no topo do Draft. Mas nem tudo está perdido. Outros dois nomes poderiam estar encalço de Denver, é os casos de Zach Wilson e Trey Lance.


Mas por enquanto, tudo isso fica no campo da especulação. Para realmente sabermos qual decisão será tomada por Elway só será vista após a temporada. Na minha opinião, Elway deveria investir em outro nome que desse um retorno concreto. Acho arriscado demais, encarar mais uma temporada de incertezas na posição de quarterback. Só arriscaria ficar com Lock, se no restante da temporada ele mostrasse uma resposta efetiva, ainda mais sabendo lidar com as adversidades que lhes são impostas até aqui. Caso não tivesse essa resposta, apostaria fichas em outro jogador.


Elway chegou a um ponto que não pode continuar errando. Desde a aposentadoria de Manning, o GM foi negligente e não soube encontrar o QB ideal que pudesse suceder o ídolo da franquia. Nomes como Deshaun Watson e Patrick Mahomes, além de Josh Allen e Sam Darnold poderiam muito bem ter sido escolhidos e provavelmente dariam uma perspectiva de futuro da franquia muito mais palpável do que agora com Lock. Enfim, são tantas decisões equivocadas no mundo da NFL que dificilmente teremos respostas.