• Daniela Germano - Criadora do GirlPowerNFL

Cam Newton e a "lei da gravidade" dos Patriots

Os Newtons mais famosos da história são ao mesmo tempo opostos.

A lei da gravidade de Isaac Newton parece não se aplicar à seu quase xará Cam Newton. Com 1,95m e 111 Kg o jogador se mostra fisicamente diferente dos demais jogadores da sua posição, porém, ainda assim, ele voa para a Endzone passando por cima dos defensores como se sua altura e força não prejudicassem em nada sua habilidade.


Draftado em 2011, Cam trouxe um estilo de jogo ainda não tanto difundido para a posição de Quarteback: FORÇA, VELOCIDADE, PRECISÃO NOS PASSES E AGRESSIVIDADE NAS CORRIDAS.


Newton trouxe uma característica de um QB independente do pocket e mais móvel, e com isso dependente da proteção de sua OL. O estilo de jogo de Cam é menos dependente disso, porém ainda necessário para que ele tenha o mínimo de tempo de ver as rotas acontecerem e fazer a progressão de leituras (avaliando a melhor opção num tempo de 2 a 4 segundos).


É evidente que Newton é um Dual Threat Quarterback, com habilidade para passe e corrida.


Estatisticamente Cam tem números expressivos. Ele se tornou o quarterback calouro com mais jardas corridas, com 4.799. Além disso, foi o primeiro QB calouro a conseguir lançar 4.000 jardas em uma temporada. Somente em seu jogo de estreia na NFL, para se ter uma ideia, lançou 422 jardas, batendo o recorde de Peyton Manning. Ele foi o primeiro QB calouro a conseguir passar para mais de 400 jardas em dois jogos consecutivos. 


Agora a gente precisa saber: Cam Newton vai se adaptar ao sistema do time de New England ou o sistema vai ser criado em torno do Cam Newton?


O time de New England tinha um QB que mal se movia, e passou para um que termina com mais jardas corridas que o RB titular.


É evidente que será uma mudança abrupta de estilo de jogo. Isso devido a versatilidade do Cam Newton.


Um QB como o Brady é totalmente dependente de pocket, justamente por ser um jogador mais estático e com pouco trabalho de perna, mas muita tranquilidade e frieza para analisar as jogadas e com um arremesso preciso.



Contudo, devemos destacar que Bill Belichick não tem a característica de focar tanto no ataque, mas sim com defesa e Special Teams. O ataque é problema do coordenador ofensivo Josh McDaniels.


Quando atuava no Broncos, McDaniels tentou construir um ataque com outro QB com tendência a correr com a bola, mas falhou miseravelmente, esse jogador era o Tim Tebow.


Como o ataque do Patriots vai se comportar é responsabilidade de Josh. McDaniels terá a capacidade de transformar totalmente um ataque que Brady essencialmente dirigiu por décadas.


Enquanto seu antecessor se destacava em um ataque de passe baseado em tempo e em jardas curtas, o poderoso braço direito de Newton e a habilidade de estender as jogadas com as pernas abrem um mundo de possibilidades.


McDaniels poderia empregar mais leituras de jogo com opções que tirassem vantagem do grupo de running back dos Patriots. Além disso, a equipe draftou dois tight ends em abril. Newton provavelmente procurará McDaniels para incorporar Devin Asiasi e Dalton Keene de maneiras criativas.


No geral, Cam Newton apresenta uma oportunidade legítima para Josh McDaniels fazer tudo o que ele queria com Tim Tebow.


Claro que o Tio Bill Belichick vai estar perto observando tudo, tentando descobrir a melhor maneira de aproveitar as vantagens do conjunto dinâmico de habilidades de sua nova Estrela da Morte.




Sinceramente, os fatos levam a crer que o Cam Newton vai se adaptar ao sistema, e não terá tanta liberdade quanto ele tinha com o Rivera, no Panthers. Será um jogo mais estratégico e conservador, com muitas corridas pesadas (power, trap) e passes curtos e médios. Não haverá tanto espaço para os improvisos aos quais Newton estava acostumado.


O que isso significa? Possivelmente o time fique num meio termo, mais conservador do que o Newton está acostumado, com bastante I Formation, com bootleg e rollout.


Bootleg é a movimentação que o QB faz depois do play action, fingindo que entregou a bola pro RB, e continua correndo e saindo do pocket.


Já o rollout ocorre quando o QB move-se para fora do pocket para lançar a bola, tendo uma visão melhor dos recebedores no campo.

Isso permitirá ao Cam Newton correr porém de um jeito bem conservador.


Mas será que a chegada de Cam Newton no Patriots terá o mesmo efeito que a queda da maça na cabeça de Isaac, mudando os rumos da história? Isso só saberemos com o transcorrer da temporada.