• Rodrigo Motoyama

Blake Snell Blueprint


Em uma das trocas mais badaladas da pré temporada de 2021 o time San Diego Padres adquiriram seu novo ace: Blake Snell.


Snell se desenvolveu no sistema do Tampa Bay Rays tendo alcançado o prêmio de CY Young em 2018, indo de uma campanha com ERA de 4.04 em 2017, para uma de 1.89 em 2018. Mas, devido a lesões ele não conseguiu alcançar um rendimento semelhante desde então.


A queda de mais de 2 pontos em seu ERA veio acompanhado de uma nova abordagem da zona de strike, que foi nomeada pelos apresentadores e fundadores do site pitcherlist.com como Blake Snell Blueprint.


Blake Snell Blueprint (ou BSB) consiste em atacar a zona de strike de uma forma não muito convencional até 2018 — especialmente para um arremessador com uma bola rápida de 95 mph. As bolas rápidas são mais concentradas na parte alta da zona, e os outros arremessos (breaking balls e offspeeds) na parte baixa da zona. Aqui vemos a mudança






O primeiro bloco de imagens acima mostra como Snell atacava a zona em 2017. Ele vinha com fast balls mais a sua esquerda, meio da zona. Arremessava suas changeups 21% das vezes, e apenas 10% de curvas.


Em 2018 vemos BSB começar a tomar forma, acompanhado de uma melhora em diversas estatísticas — como whiff%, barrel%, K% e diversas outras — e o solidificando como novo ace de Tampa Bay, e agora um dos melhores abridores canhotos da MLB.


BSB com certeza não é a única abordagem da zona de strike que daria certo. Arremessadores divergem em muitos aspectos como velocidade, tipo de efeito, ou tipo de bola rápida (4-seam, 2-seam, sinker, cutter e etc). Mas é interessante notar algun arremessadores que se destacam com essa abordagem: Jacob deGrom, Gerrit Cole, Justin Verlander, Trevor Bauer, e, é claro, Blake Snell.


Termino com essa gif e um pedido para quem é pitcha. Experimente essa abordagem do BSB durante um ano inteiro e veja como você se sai. (Como eu não tenho nada a perder, não custa tentar)



Se você quiser saber mais sobre os benefícios de fast balls elevadas, recomendo o artigo https://www.pitcherlist.com/early-returns-on-elevated-four-seam-fastballs/.


E, caso você ainda não conheça, recomendo fortemente uma visita ao site https://baseballsavant.mlb.com/.


Quase toda a pesquisa que eu fiz para esse artigo vem de lá. Mas, eu só recomendo a visita quando tiver tempo livre, porque é um buraco de minhoca que vai te sugar e você vai perder a noção de tempo e espaço.


Links utilizados:


https://baseballsavant.mlb.com/savant-player/jacob-degrom-594798?stats=statcast-r-pitching-mlb&season=2020

https://baseballsavant.mlb.com/savant-player/gerrit-cole-543037?stats=statcast-r-pitching-mlb&season=2020


https://baseballsavant.mlb.com/savant-player/justin-verlander-434378?stats=statcast-r-pitching-mlb&season=2020


https://baseballsavant.mlb.com/savant-player/trevor-bauer-545333?stats=statcast-r-pitching-mlb&season=2020


https://baseballsavant.mlb.com/savant-player/blake-snell-605483?stats=statcast-r-pitching-mlb


https://en.wikipedia.org/wiki/Baseball_statistics#:~:text=whiff%20rate%3A%20a%20term%2C%20usually,pitcher's%20whiff%20rate%20is%2026%25.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo