• Gabriel Amaral (Empacotador Pistola)

A fundamental renovação de Kenny Clark e o que mais vem por aí


Mais quatro temporadas de Kenny Clark

Para a manutenção de qualquer bom elenco não basta apenas contratar jogadores e apostar em jovens, mas também não perder peças importantes.

Atento a isso, o Green Bay Packers não deu dormiu no ponto e anunciou sua primeira grande renovação na temporada.


Kenny Clark, uma das referências da nossa linha defensiva, seguirá vestindo a Green and Gold nº 97 por mais quatro temporadas, pelo menos.


E não podia ser diferente. O jogador, draftado em 2016, se consolidou como liderança defensiva, com muita vitalidade e inúmeros tackles na conta, tendo, inclusive, sido selecionado para o Pro Bowl em 2019.


As cifras do contrato são bem expressivas. 70 milhões de dólares garantidos, além de um bônus pela assinatura, na ordem de 25 milhões de dólares.


Isso faz de Clark o nose tackle com a maior média salarial da liga (17,5 milhões) e o 12º jogador defensivo mais bem pago da liga.


Em suma, tal renovação se mostrava imprescindível para manter forte um setor da equipe que evoluiu muito na última temporada, e Kenny é a base sólida do bom desempenho defensivo dos Packers. Bola dentro da nossa direção!


Por outro lado, tal extensão contratual abre um precedente para outras renovações tão importantes quanto essa.


Em 2021, os contratos do RB Aaron Jones e do RT David Bakhtiari expiram, e ninguém é maluco de pensar em perdê-los, até porque o primeiro é umas de nossas principais armas ofensivas e o grande destaque individual da última temporada; e o segundo, por sua vez, para muitos (e para mim, inclusive), é o melhor right tackle da liga, sendo o famoso "segurança" de Aaron Rodgers, e comandando nossa linha ofensiva com muita força e maestria.


Ainda temos o center Corey Linsley que será free agent em 2021, mas, ao que tudo indica, não serão dedicados muitos esforços para renovar com o mesmo, em virtude das adições para a posição feitas nesta temporada e improvisações testadas no setor.


É bem verdade que, por serem jogadores fundamentais ao nosso esquema, os novos contratos não sairão baratos, mas creio no interesse mútuo das partes em querer renovar o vínculo.


Jones, sem dúvidas, merece uma valorização, mas, como muitos dizem por aí, não se paga caro por um running back, mas há exceções, e Jones pode ser uma delas.


Quanto à Bakhtiari, o cenário pode ser um pouco mais complicado, por ser um dos maiores nomes da posição, se não o maior, na liga, o que ensejará valores muito elevados, que o salary cap do Packers pode não suportar.


Evidentemente que desejamos muito essa renovação dupla, mas, como sempre, quando o dinheiro entra no negócio, as coisas podem mudar. Vamos confiar no bom senso e na boa vontade de todos os envolvidos e torcer pelo melhor desfecho possível.


Go Pack Go!