• Luis Fernando Julio

A estrela agora é outra!

Após 37 anos Wilson retoma posto de fornecedora oficial de bolas para NBA.

Foto: Reprodução


O arremesso de Michael Jordan no final do jogo 6 contra Utah Jazz nas finais da NBA em 1998, o game-winner do meio da quadra que Stephen Curry converteu no jogo 7 das finais da conferência Oeste contra o Oklahoma City Thunder em 2016 ou o arremesso de Kawhi Leonard que chorou para entrar no garrafão da equipe dos Sixers na final da conferência Leste de 2019, todos esses lances emblemáticos tem uma estrela em comum, e não é nenhum jogador ou técnico, mas sim um objeto que foi o responsável por causar toda a emoção de todos esses momentos, a bola Spalding.

Crédito: Streetball.com.br



No último dia 13 de maio, a NBA anunciou a saída da Spalding como fornecedora de bolas para os jogos da NBA, e no mesmo dia efetivou o retorno de uma antiga parceira, a Wilson que foi a fornecedora oficial de 1946 a 1983, que já era a responsável pelas bolas utilizadas da NCAA, a liga de basquete universitária americana.Nada mais poético que a empresa que forneceu as primeiras bolas para NBA, reassuma o posto agora que a NBA tem tudo para entrar em uma nova fase, em uma nova era após a crise do COVID-19.

Em conjunto com os atletas e treinadores, a Wilson desenvolverá as bolas oficiais que serão usadas na NBA,WNBA e G League. O que já se sabe é que o couro utilizado atualmente na fabricação das queridas “ laranjinhas “ será mantido, já que isso faz parte das condições mínimas para o negócio, pois quando a antiga fornecedora em 2006 tentou utilizar material sintéticos em suas bolas foi duramente criticada e quase perdeu o patrocínio na época.

Não vemos a hora de assistir todos os grandes lances que a NBA nos proporcionará nos próximos anos, tendo agora uma nova estrela, tendo como protagonista as bolas Wilson.