• Gabriel de Campos

3 fatores que fazem o contrato de George Kittle valer cada centavo

Atualizado: Ago 18


imagem via heavy.com

George Kittle renovou o seu contrato com os 49ers por mais 5 anos no valor de US$75 milhões. Agora Kittle é tight end mais bem pago da história da NFL.

Esse valor realmente compensa? George Kittle é tudo isso mesmo?

Continue comigo que te explicarei o motivo pelo qual é um bom contrato.





Teto salarial da NFL


Um contrato de quinze milhões de dólares por ano para um tight end pode ser bem salgado, porém quando se trata de George Kittle posso me arriscar dizendo foi barato.

O teto salarial da NFL varia de acordo com o lucro da liga. Como o gráfico lucrativo da mesma está em uma constante crescente, as franquias têm uma liberdade maior para negociar com seus jogadores contratos de valores mais elevados.

Em 2011 o teto salarial da NFL era de 120 milhões de dólares, ou seja, as equipes tinham que planejar sua folha salarial de tal forma que não ultrapasse o valor estipulado. Hoje o teto salarial da liga chega em 198.2 milhões de dólares. E pode aumentar mais!

Com a mudança para mais dois times nos playoffs e com a temporada regular tendo o acréscimo de uma semana, o faturamento com transmissões de televisão e (se possível) ingressos comprados por torcedores aumentará ainda mais a renda das equipes.

Sendo assim, o contrato de Kittle vale a pena pois futuramente mais dinheiro entrará no cofre dos Niners e de todas as outras franquias da NFL.


Um tight end bloqueador


George Kittle sem dúvidas é o melhor tight end bloqueador da NFL. Uma boa noção de posicionamento das mãos e grande força física o ajudam a dominar a posição no quesito. Em média, as jogadas em que Kittle participou dos bloqueios em corridas, o running back conseguiu avançar uma jarda a mais do que o previsto.

Hoje em dia as partidas da NFL exigem cada vez mais um tight end do perfil de George Kittle.


Presença em campo


O que quero dizer com “presença em campo”?

Quero dizer que basta George Kittle estar alinhado na linha de scrimmage para o snap que Jimmy Garoppolo ou qualquer outro quarterback automaticamente se sente mais seguro.

Kittle é um jogador que traz confiança para o quarterback. Em uma rota corner ou post os recebedores podem estar muito longe ou muito bem marcados, neste momento ter um tight end com mãos firmes, ágil e forte faz toda a diferença. A bola pode ser lançada em um passe de cinco jardas que o mesmo faz a recepção com tranquilidade e ainda quebra tackles para alcançar o first down.

Em 1.9% das vezes que Kittle foi o alvo do passe, a bola caiu de suas mãos. Na temporada regular o jogador teve uma média de 9.9 jardas conquistadas após a recepção. Um tight end que se destaca dentre os demais. São números excelentes!

Seu contrato vale cada centavo gasto. Ainda trará muita alegria ao torcedor de San Francisco.


por Gabriel de Campos

Me siga no Instagram em @hailmarybrasil e no Twitter em @hailmarybr


fontes: wikipedia.com e pro-football-reference.com